segunda-feira, maio 31, 2004

Teólogos listam os “pecados cibernéticos”
Quarta-feira, 26 de maio de 2004 - 14h59

SÃO PAULO - Teólogos reunidos na Conferência Episcopal Italiana, realizada na semana passada na Universidade Lateranense de Roma, discutiram os “pecados cibernéticos”, os quais devem ser adicionados àqueles já difundidos pela Igreja católica.

Durante o evento, cerca de 40 teólogos concluíram que os novos costumes e o uso indiscriminado dos meios eletrônicos e da internet fizeram com que o “sentimento do pecado” caísse em desuso, e que surgissem “novas formas de pecar”.

Entre as novas modalidades de pecado estaria o uso indevido do computador, aí incluídos o uso de software sem licença, a criação e difusão de vírus, o envio de e-mails anônimos com mensagens falsas e o download ilegal de músicas e filmes. Os spams e as atividades dos hackers também podem levar o internauta a queimar no inferno, de acordo com os teólogos.

Os pecados considerados mais graves foram a criação e o uso de sites pornográficos e o fornecimento de informações pessoais falsas nas conversas via chat. Também estará em débito com Deus quem “passar a noite conversando com uma pessoa que não é o marido, a esposa ou os filhos”, ou quem mantiver uma relação sentimental virtual.(IBLnews)

Ana Lúcia Moura Fé, do Plantão INFO

PS do Bonarth

vocês leram direito??? Eu estou achando que a Igreja não tem mais nada pra fazer, sinceramente se eles tivessem que trabalhar parariam de ficar envantando bobagens!
Iremos todos nós queimar no fogo do Inferno!!!

argh!

Antigo postem no outro mais acima :P



0 Comments:

Postar um comentário

<< Home