sexta-feira, julho 30, 2004

!
MAIS UM SONHO

Ele: RAAAAIOS E TROVÕES

Nesse momento um barulho ensurdecedor juntamente com um clarão cegante toma conta da sala.

Ele: que diabos está arrumando aqui BonaTTo?
BonaTTo: Bem!!, heeer... eeeuuu aahhhhhh

Ele: Já te falei pra você não entrar na minha sala?
BonaTTo: Poorra, falou, mas é que eu não resisti.

Ele: Caraleo BonaTTo, porra! vou ter que trancar minha sala quando sair?
BonaTTo: porra velho, tava trancada.. ops.. falei demais.
Ele: Infernos!

Pausa nervosa por alguns instantes.. seus olhos ficaram VERMELHOS como fogo.

Ele: Que merda quer você estava fazendo lá, me fala logo, sem delongas.
BonaTTo: A velho, eu estava ali, né, dando uma olhada nos comandos e talz. Tava tentando fazer uns aviões cair.

Ele: ta Louco, fumou maçaneta de porta com agrião e folha de morango é?!
já estava mais irritado do que nunca.

BonaTTo: que nada velho, uso essas paradas não. Não era qualquer avião não, e outra, eu tava tentando concertar alguns erros seus com isso, ta!?
Ele: Como é que é?? repete isso, seu desgraçado.

BonaTTo: pooorra é isso mesmo que você ouviu, ta loco cara, Tu matou um monte de gente e eu to tentando reparar. Pensa bem: Stevie Ray Vaughan, Van Zan, e mais um monte ae que se eu disser passo a eternidade falando, direto tu mata esses caras. Até tu você matou. Tu queres oque??
Ele: arrgghhhh

BonaTTo: tem mais, tu quer esses caras só perto de você. Fala sério cara. Olha a cambada que tu deixou lá! E tem outra. to tentando derrubar os aviões com pagodeiros e funkeiros só, nada mais.
Ele: arrgggggggggggggggggggggggggghhhhhhhhhhhhhh que vontade eu tenho de te matar cara! Maldito acordo que eu fiz !

BonaTTo: se acalma velho, aposto que você sempre teve vontade de fazer isso, mas nunca teve coragem, então, se acalma ae e deixa eu terminar de fazer o serviço que você deveria fazer e não fez.
Ele: agora você me irritou, você não deveria ter falado isso. Mas eu confesso, tentei fazer isso mas não tive coragem. Mas isso não lhe da razão alguma de fazer o que ta fazendo.

BonaTTo: Ok velho, tudo bem, não faço mais.
eu falando isso com os dedos cruzados.

Ele: e desgruda essa porra de dedo q eu já vi.
BonaTTo: ta bom, ta bom, isso não acontecerá mais não.

Ele: e da pra confiar numa pessoa como você? na verdade você nem deve ser uma pessoa, você deve ser um erro de calculo enquanto eu trabalhava. Você é o espólio da humanidade, nem seus amigos crêem em você. As pessoas que o cercam fingem o tempo inteiro.
BonaTTo: poorra. Assim você acaba comigo cara.

Ele: acabo nada, to falando a verdade, vai dando trela pras pessoas, vai. Logo logo você descobre que tem pessoa pensando coisas totalmente erradas ao seu respeito. Vai por mim.
BonaTTo: depois dessa cara, merda!, pode matar logo, não vou ter muito o que fazer aqui mesmo.

ele: te matar coisa alguma, tu tem muito que sofrer nessa vida ainda, pode aguardar que sua batata está assando. E eu não vou querer estar na sua pele pra sentir.
BonaTTo: to vendo , re-vendo na verdade, a sua verdadeira face. Agora algumas coisas começam a fazer sentido.

ele: todas as coisas fazem sentido, é você que não se deu conta de como elas são. Você sabe mais do que ninguém como se mostram as coisas de forma subjetiva e não prestou atenção nos detalhes.
BonaTTo: chega cara, crueldade tem limite. E meu saco já ta cheio.

saio correndo, bato a porta e desapareço no meio do nada.

Ele: he he he. Mais um que ficará louco perante a sociedade. Alguns problemas ele já tinha, mas aposto que agora ele não me escapa.
¡

Antigo postem no outro mais acima :P



0 Comments:

Postar um comentário

<< Home