sábado, dezembro 25, 2004

!
NATAL

Todo ano é a mesma coisa, Natal é algo rotineiro. Vamos aos fatos:
Pessoas que nem te cumprimentam nessa época lhe abraçam e falam aquelas coisas costume. Tratam-lhe como se fossem os melhores amigos de infância. A falsidade rola solta. E nem adianta dizer que eu estou exagerando não. Vai dizer que não acontece com você?

A bem da verdade é que essa história de Natal com cunho religioso já acabou há muito tempo. Não existe mais a intenção de celebrar (o teórico) nascimento de Christo. Alguém aqui se lembra que é o nascimento de Christo? Ou se lembra que tem esse ou aquele presente para dar?

Por acaso alguma criança já chegou para você falando sobre o nascimento ou só pra dizer o que o Papai Noel vai lhes trazer?

Qual a sua primeira preocupação no Natal?
Nossa, vou não sei onde pois quase esqueci o PRESENTE de fulado.

Se eu estiver mentindo, pare de ler esse post por aqui mesmo, mas se você está consciente do que eu estou falando, faça o favor de continuar.

Natal pra mim é a época que a gente consegue reunir a maior parte da família e fazer uma bela de uma festa (masturbação gastronômica, termo criado por mim e Mr Satch que desgina excesso excessivo de comida, comer mais do que deveria). Nada além disso. Quer dizer, meu pai faz a entrega dos presentes para os netos da Titia e tudo fica bonito. É um espetáculo.

Mas nem tudo está perdido. Tem algumas coisas que tem que ser levada em consideração. Costumeiramente há alguns anos, meu pai se veste de Papai Noel e vai à APAE fazer um agrado às crianças que lá estudam. Isso sim é mostrar o verdadeiro espírito Natalino. Não importa se você acredita ou não em Deus. Se você gosta ou não do Natal. O que nesse caso dá pra perceber é que alguém ainda faz alguma boa ação na vida. Ele não só faz isso no fim do ano, durante o ano ele costuma dar um pulo lá também.

Qual é a primeira pergunta que se faz quando encontra um amigo no dia de natal? Iae cara, que tu ganhou de natal? Ou, ganhou muitos presentes?? Bla bla bla.

E pra finalizar o não espírito Natalino, não dá pra deixar de enfatizar a falsidade que rola nessa época. Chamo de falsidade Natalina, onde todos são amigos, tudo vive em perfeita harmonia. Os pássaros cantam, as pessoas se abraçam, falam coisas que só saem da boca pra fora entre outras coisinhas mais.

Quase ia me esquecendo. No fim do ano rola o tradicional amigo X, ou amigo oculto (como queiram). Não existe coisa mais falsa no planeta terra do que amigo X. Não gosto, não participo. Fazem todos os anos aqui na empresa, mas eu prefiro sempre ficar alheio a tal brincadeira. Amigo X tem que ser com amigos de verdade, com pessoas que realmente se gostam. Fazer isso numa empresa onde a maioria das pessoas são falsas uma com as outras não rola!
É totalmente off topic para mim.

Acho que já me alonguei demais.



Feliz Natal a todos
¡

Antigo postem no outro mais acima :P



0 Comments:

Postar um comentário

<< Home