quarta-feira, agosto 10, 2005

!
ATRÁS DO MURO (PEDRA) EXISTE UM RIO
Que na verdade nunca existiu

Há muito tempo atrás, existia, internamente, um belo campo. Verde, gramado. Algo muito belo de ser visto.

Neste lugar tinha um grande poço, quase uma grande lagoa para ser exato, que servia de nascente para os diversos córregos nele ligados. Periodicamente esse poço transbordava.

Sempre que esse poço transbordava, todos os seus córregos associados também inchavam causando um grande e tenebroso prejuízo para seu dono. Cansado desses transbordadas, o dono resolveu por uma gigantesca pedra, maciça e impermeável sobre o poço. Fazendo com que sua água não corresse mais pelos diversos córregos.

Como toda ação, possui uma reação, este belo campo verde e gramado perdeu vida. Ficou feio e muito estranho. Mas mesmo sabendo que isso iria acontecer, o dono achou que seria a melhor saída o uso dessa gigantesca pedra.

Os anos se passaram e a pedra continuava lá, intacta e imóvel. Fazendo perfeitamente o que lhe foi designado a fazer. Em todos esses anos nunca se teve nenhum transbordamento. Seu dono não estava totalmente satisfeito com a situação, mas mesmo assim, preferia deixar como esta.

Ele sempre cuidou para que essa pedra ficasse lá. Vez ou outra percebia pequeninos vazamentos e dava um jeito de consertar. Até que um belo dia ele percebeu que a pedra estava começando a rachar e percebeu que algum desses córregos, embora ainda secos, já possuíam a terra um pouco mais úmida. As rachaduras são totalmente visíveis e o dono do campo já está ficando preocupado com a situação. Já não sabe mais o que fazer para conter esse vazamento.

Embora, notoriamente, o campo fica muito mais belo verde, florido e gramado, seu dono ainda prefere que fique da forma que está, sem risco de inumdamento.
E o dono deixa a pergunta: O que fazer??
¡

Antigo postem no outro mais acima :P



0 Comments:

Postar um comentário

<< Home