quarta-feira, agosto 03, 2005

CULTURA DE BOTEQUIM II


Há dois anos atrás, quando eu ainda estudava no CEFET, fui pegar o ônibus à tarde em decorrência de uma aula no período vespertino. Chegando no ponto,, me sentei para esperar o busão. Então, um ser maltrapilho senta-se ao meu lado. Ele me cutuca e bate no pulso esquerdo dele com a mão direita. Fiquei olhando pra ele pensando "O que diabos esse cara tá querendo?", quando, com minha fantástica capacidade de interpretação da linguagem corporal, entendi que ele queria saber as horas. "São 3 horas", respondi. Então ele se vira sem dizer nada e fica olhando para frente. Eu, um pouco desconcertado, faço o mesmo. Daqui a pouco, ele solta:

- Eu passo malll tooodo dia! Não tem uuumm dia que eu não passo malll!

- Ah é...? Que pena...

- Eu num bebo, eu não faço mal pá niiinguém... mas eu passo mall todo diiia!Depois dessa, eu me levanto e sento no banco mais afastado que pude.

Antigo postem no outro mais acima :P



0 Comments:

Postar um comentário

<< Home