domingo, agosto 07, 2005

CULTURA DE BOTEQUIM III - A VINGANÇA DO BEBUM

Num domingo qualquer, estava eu e o pessoal na pracinha, como de costume. Então, chega um bicho doido - leia-se bêbado - e pede um cigarro. Bonatto, que estava presente, diz que os dele acabaram (detalhe: ele não fuma). Eu disse que eu estava parando de fumar, por isso não tinha nenhum (eu nunca fui fumante). O bebum me solta essa: "Você me lembra meu filho, e você fala igual ele quando tá mentindo. Eu sei que você tem cigarro aí, mas dexa pra lá. Que Deus te abençoe, tá?"
Putz, eu segurei pra não rir. Então o cara vai embora. Uma meia hora depois, ele chega de novo pra mim pra pedir cigarro (não só pra mim, mas pro pessoal também). E Bonatto, que adora uma brincadeirinha do tipo, diz: "Você não lembra que já pediu cigarro pra gente e a gente disse que não tinha? Você não lebra que você até pediu cigarro PRO SEU FILHO?". Então o bicho vai embora dizendo que acordou com vontade de tomar cachaça.
Não sei o que foi pior> o bebum enchendo o saco ou o Bonatto me chamar de filho do cara...

Antigo postem no outro mais acima :P



0 Comments:

Postar um comentário

<< Home