sábado, agosto 20, 2005

!
VIAGEM: PARTES RESTANTES E FINAL

Foram dias um tanto quanto cansativos, mas muito divertidos também. Viagens assim nos deixam muito bem, faz a gente relaxar um bocado.

Infelizmente não pude ir a nenhum cinema, por encressa que parivel, não deu tempo.

Quarta feira fomos também ao shopping (quinta fomos também), mas só comemos e voltamos, Fabio não estava muito bem. Nem eu. Fui dormir cedo, o quarto do Alan e Bruno pegava fogo. Bagunçaram o que podia e o que não podia.

Quinta Feira ao shopping novamente, o pouco que andamos não deu pra eu escolher nada para comprar. Nem me atrevi entrar na LEITURA pois certamente eu iria estourar meu mirrado cartãozinho. Falando nisso, acabo de olhar pra minha fatura, eita vontade de chorar. Paramos para comer, jogamos uma partida de game e voltamos pro hotel. Fabio tinha que terminar uns negócios para levar a EAC e eu precisava fazer uns trabalhos pro Mercadão.

Enfim chegou a sexta feira, último dia de curso e dia de ir para casa. Rever a família e os amigos. Tudo seguiu como padrão: acordar às 7hs, curso às 8hs, break às 10hs, almoço às 12hs, break às 18hs.

Saímos do curso e fomos direto pro aeroporto. Isso mesmo, aeroporto. A viagem de volta foi de avião.

Chegamos no Aero com mais de uma hora de antecedência. O Trânsito de BH é um tanto quanto caótico. Nesses casos é sempre melhor prevenir.

Nunca tinha viajado de avião, estava sendo uma experiência totalmente nova. Na verdade, de nós 5 só o Fábio já tinha voado. Eu estava bem tranqüilo, mas Alan e Bruno estavam um pouco apreensivos. Fizemos o check in. Rodamos pra comer um pouco e fomos para a sala de aguardo.

Como previsto, as 21:30 estávamos dentro do avião. Alan mal se mexia. Estava com uma revista na mão e nem olhava para os lados. Marquinho estava aparentemente tranqüilo do meu lado e Bruno na dele. Avião começa a taxear. E logo em seguida começa a correr para levantar vôo. O barulho da turbina arrepia. Em segundos já estávamos voando. Belo Horizonte visto de cima é muito bonita, as milhares de luzes acesas dão uma beleza sem tamanho.

Já em vôo, começaram a distribuir aqueles lanchinhos, e diga-se de passagem que os lanches da Gol são uma porcaria. Mas esse negócio de lanche me fez lembrar na hora um fato da minha época de infância...

Meu pai viajava muito a São Paulo para fazer curso e nos ônibus de longas viagem são servidos alguns lanches, então o Velho BonaTTo guardava o lanche de ida e de volta para mim e para meu irmão. Às vezes ele ficava com fome, só para poder trazer esses lanches pra gente, via-se no rosto dele a satisfação de nos estar deixando feliz. E como instinto, guardei esse lanche (apesar de infinitamente pior do qual ele nos trazia) para poder dar ao velho quando chegasse em casa.

Não durou 30min de vôo. Chegamos no Aeroporto de Vitória as 22:30 como previsto. O demorado é esperar as bagagens. Enquanto espero a minha, avistei o Nelim e Gigi esperando uma amiga que iria chegar também. Foi uma grata surpresa encontrá-lo.

Saímos do Aero as 23:00 e as 00:40 já estávamos em Colatina. Fui fazendo a entrega de pessoal e as 1:30 estava na festa de Colatina onde encontrei meu irmão, Caliman e Gustavu.

Ah! antes que eu me esqueça: Os Pães-de-queijo que a Milka e a Lívia me pediram, eu trouxe, o problema que eles não suportaram ficar na bolsa desde ontem à noite não. Infelizmente vai ter que ficar para a próxima, a não ser que queiram eles assim mesmo :P

E Caliman, seu sorvete soft derreteu. Infelizmente mal sobrou a casquinha.
¡

Antigo postem no outro mais acima :P



0 Comments:

Postar um comentário

<< Home