domingo, fevereiro 05, 2006

Há males que vêm para o bem. Hoje, por exemplo, é dia do pessoal se reunir na pracinha pra jogar conversa fora e comer algumas coisas. Mas quase ninguém compareceu, apenas eu, Bonatto e Alvim, mas tarde o Roger. Acabamos indo pra casa mais cedo. E aí está a parte boa. Cinco minutos após chegar em casa, uns amigos meus que passaram no vestibular foram lá, pra conversar e até me dar uma força por eu não ter passado. Ficamos tocando violão e conversando, demos uma volta de carro rápida e depois cada um foi pra sua casa. Esse é mais um dos exemplos que eu uso pra descrever essa famosa frase que iniciou o texto. Talvez tenha sido melhor eu não ter passado em faculdades fora da cidade. Talvez o melhor é eu estudar por aqui mesmo, memso que seja particular, e não a tão sonhada federal. Eu nem fiquei muito triste por não ter passado, pois fiz bastante pontos, e poderia ter passado em quase todos os cursos. Não fui bem em relação ao curso que tentei, mas fui bem no geral. Pelo menos vi que eu não sou burro. O negócio agora é não perder mais tempo, começar a estudar na particular e, quem sabe, eu tente federal novamente no fim do ano. Ou talvez eu fique animado pra continuar por aqui até o fim do curso. Por que não? Muita gente que se formou na faculdade daqui está muito bem de vida. Eu também posso fazer parte desse grupo. Pelo menos vou fazer o possível pra fazer. Mas isso é questão de tempo.

Antigo postem no outro mais acima :P



0 Comments:

Postar um comentário

<< Home