quinta-feira, abril 13, 2006

A HISTÓRIA DO CRISTIANISMO CONTADA PELO TITIO MALK

No começo só havia eles, os judeus. Um belo dia um deles começou a chamar a atenção com suas idéias interessantes, como "seria bom se fôssemos legais uns com os outros de vez em quando pra variar." Estranhamente, ele foi pregado num pedaço de madeira por causa disso.

Esse carinha deixou alguns fiéis. Na verdade, não muitos. Na verdade, bem poucos. Só que esses poucos chamaram a atenção do governo da época por causa de um fato muito interessante: a diversão do momento era jogar pessoas em um poço cheio de leões e cobrar entrada pra todos verem. A maioria dos "lanchinhos" entrava em pânico instantaneamente, com excessão dos tais seguidores do carinha gente boa que morreu pregado num pedaço de madeira por dizer que "seria bom se fôssemos legais uns com os outros de vez em quando pra variar.", que se mantinham tranquilos até o último minuto reconfortados pela fé. Adivinhem o que os governantes da época imaginaram:

a) Caramba, que coisa linda, vamos pegar isso como exemplo e sermos mais legais uns com os outros pra variar.
b) Hummm.... isso pode vender mais ingressos... "Venham ver os destemidos fiéis que não têm medo de ser devorados!"
c) Vamos usar isso pra controlar o povo, já que falta muito pra inventarem a TV.

Pois é, como na época o governo em questão dominava simplismente uns 90% do mundo conhecido, tava difícil conter o povo todo. Rebeliões para todos os lados. A religião atual tinha sido "pegada emprestado" de um povo recém-dominado (leia-se gregos), mas aquele monte de deuses safados e vingativos não tava ajudando a controlar a situação.

Foi então que as próprias pessoas que pregaram aquele carinha no pedaço de madeira por dizer que "seria bom se fôssemos legais uns com os outros de vez em quando pra variar." resolveram adotar toda aquela ideologia como oficial em todo o império. Fizeram mais ainda: Elevaram o tal carinha a FILHO DE DEUS, CONCEBIDO MILAGROSAMENTE E IMACULADAMENTE, LIVRE DE PECADO ALGUM. Construiram templos enormes (sendo que o próprio carinha sempre disse que era desnecessário, afinal, "o cara lá de cima" tá sempre ouvindo, não precisa disso tudo não...). Colocaram na cabeça do povo que o sofrimento da Terra seria recompensado com a paz no Céu, e que qualquer tipo de prazer por aqui era um pecado mortal. Enquanto isso, a alta cúpula dos "santos homens" viviam nadando em ouro, vinho e orgias. Foi o golpe de marketing do século, já que isso tudo já dura uns 2000 anos.

Nesse meio-tempo outras coisas aconteceram. Muçulmanos matam Judeus todo dia, cada um defendendo seu próprio Deus, mas o que ninguém lembra é que o Deus dos dois lados é o mesmo (o islamismo nasceu a partir do judaismo). Religiões foram criadas porque um rei queria comer uma mulher que não era sua esposa (anglicanos). Religiões foram criadas porque um cara resolveu denunciar toda a putaria e foi categoricamente convidado a se retirar da sua religião (luteranos). Religiões foram criadas porque virou um negócio lucrativo (preciso citar?). Resumindo, o tempo distorceu as coisas de uma forma bizarra, virou uma putaria só.

Acho que todo mundo deveria se lembrar que "seria bom se fôssemos legais uns com os outros de vez em quando pra variar." Sem religiões. Sem política. Sem ódio. Sem deuses, demônios, santos. Sem raça. Sem sexo. Sem nível social. Apenas seja legal. Acho que o carinha iria agradecer.

Antigo postem no outro mais acima :P



0 Comments:

Postar um comentário

<< Home