terça-feira, agosto 21, 2007

!
ALMOÇO EM CHURRASCARIA

Aqui na empresa, uma vez por mês a gente marca de ir a Churrascaria, juntamente com alguns amigos de outras duas empresas. Esse ano a gente não foi nenhuma vez, apesar de eu já ter ido algumas.

Esse fim de semana estive em Vix trabalhando e no domingo procuramos uma churrascaria para almoçar.

Primeiro pensamento (errado): Ah, churrascaria é tranqüilo, não tem muita gente, não é nada muito formal, tranqüilo!
Segundo Pensamento (errado): Vai ser igual às outras.

Bom, cheguei lá, tomei um belo susto, tinha muita gente. O gerente te acompanha até sua mesa. Confirma a quantidade de rodízio e sai.

Prato bonito, talheres de primeira, copo idem. A minha direita uma mesa de frios, queijos e saladas. Pego meu pratinho coloco alguns pedaços de queijos e Kanis no meu prato e volto pra mesa. É nesse ponto que o mundo acaba.

Os garçons muito bem vestidos, o ambiente refrigerado e a carne de primeira. Nos primeiros 6 minutos, eu virei a chapinha de verde para vermelho.

Pequeno parênteses: Essa "chapinha" é um quadrado de um pouco mais de uma polegada e meia que de acordo com o lado indica que você quer ou não quer mais carne. No verde, ta liberado e no vermelho ta parado.

Voltando aos 6 minutos, a quantidade de carne era tamanha que mudei a chapinha de cor, dei uma limpada no prato e engreno na coisa. Eu nunca vi servirem com tanto empenho assim. A pior carne que eu comi foi uma alcatra. Tinha picanha de tudo quanto é jeito, crua, mal passada, ao ponto, bem passada, ao alho e mais outras formas que não consegui identificar.

De tempos em tempos passa um garçom com uma bandeja com queijo que acabara de sair da churrasqueira.

A comida, coisa que não me atentei, também era generosa. Tinha de tudo, feijão tropeiro, arroz, batata frita, cebola a milanesa (eca!) e mais um monte de coisas, e sempre que uma delas estava acabando, o garçom já trazia mais.

E foi nessa esbórnia (seja lá como se escreve) alimentícia por volta de 50minutos sem parar. O conjunto garfo-faca-boca trabalhou bonitinho. Pra finalizar, um pedaço de salmão com Alcaparras.

Já era um pouco mais de 13horas e precisávamos voltar. Bom, para todo esse bom atendimento tem um preço a se pagar, pois é o rodízio per capita é de R$ 33,90. Aqui em Colatina o rodízio varia entre 9,90 e 17,90. E sinceramente, não chega aos pés deste. Nem pelo atedimento, nem pela qualidade. E estou pra te dizer mais, arrisco qualquer fim de semana desses ir pra Vitória pra poder almoçar nessa Churrascaria.

Alguém se habilita?
¡

Antigo postem no outro mais acima :P



0 Comments:

Postar um comentário

<< Home