quinta-feira, outubro 30, 2008

!
FORMULA 1
Dream

Quando, terça-feira, lamentei sobre minha não ida ao GP Brasil de F1, na verdade eu tive um sonho sobre a corrida. Mas como estava com preguiça de escrever, fiz só a lamentação. Criei coragem e escrevi o post:

Pra quem não sabe, a corrida em Interlagos é anti-horário, ou seja, a largada se esquerda para a direita. Se não me engano, atualmente é o único circuito da temporada que a largada é invertida. Todos os outros são em sentido horário.



A largada acontece em direção à seta, na figura acima. A primeira curva que você vê é o S do Senna (tem esse nome porque reza a lenda que foi ele que projetou a curva). Curva do sol e depois tem a reta oposta. E por aí vai.

Fiz essa pequena introdução sobre o autódromo porque, na verdade, no meu sonho a corrida foi em sentido horário. Então, logo depois da reta, eles não vão de encontro ao S do Senna. Na verdade eles vão de encontro à curva no final das arquibancadas e a direita é uma descida (mas se você for pelo sentido normal da pista, aquilo é uma subida. Alta. É um morro mesmo, pela TV não dá pra ter a idéia de quão alto é aquilo). Aquela pequena curvatura que você vê logo antes da seta, nem é considerada uma curva. Então, depois da descida tem aquela curva mais fechada, chamada junção, e logo depois vai pro miolo do circuito.

Como sabem, pro Massa ser campeão ele tem que terminar em primeiro e o Hamilton chegar ao máximo em sexto lugar (se não me engano). Basicamente a coisa ta muito complicada pro Massa e moleza pro Hamilton. Basta ele não vacilar como fez no ano passado que o título mundial está em suas mãos.


Hamilton, Massa e Raikkonen

Bom, vamos ao sonho propriamente dito:

No grid de largada estava Kimi Raikkonen, Hamilton e Massa. O restante do grid eu não me recordo, mas também não importa muito. É dada a largada e todos os três largam muito bem. Ao final da reta, pra fazer a curva pra descida, Hamilton está por dentro e Raikkonen vem por fora, jogando o carro pra cima do piloto da McLaren.

Mas por azar de Raikkonen, ele só pega o bico do Hamilton (que o perde, obviamente e é obrigado a ir para os boxes) e sai da pista, batendo no muro.

Hamilton então faz uma bela corrida de recuperação enquanto Felipe Massa dispara na frente. Na hora de Massa ultrapassar um retardatário, David Coulthard, este joga o carro pra cima do Massa. Porém Felipe Massa freia o carro com toda força e Coulthard passa direto encontrando muro, dando adeus a Formula 1.


David Coulthard

Quase no final da corrida, Hamilton a uma posição de ser campeão mundial encontra o Tião Vettel. Na reta dos boxes, Hamilton abre para a esquerda e Vettel fecha a porta. Como Vettel perde um pouco de velocidade com isso, Hamilton inverte e tenta passar por dentro. Quase chegando na freada para fazer a curva, Vettel joga o carro pra cima de Hamilton que batem em cheio e caem do morro. Os carros se espedaçam todo, mas os pilotos saem sem nenhum ferimento.


Sebastian Vettel

Porém, Hamilton parte para cima de Vettel e os dois caem na porrada. Soco, chute, empurrão, tapa no capacete. A coisa foi feia. Nunca houve na história da Formula 1 uma briga tão grande como aquela. Em seguida, chega os fiscais de pista e separam os dois, que voltam pros boxes, em lados separados.

Felipe Massa termina a prova em primeiro lugar e se torna campeão mundial. Nisso, Luca de Montezemo (presidente da Fiat e da Ferrari) sai correndo atrás de Vettel com um belo contrato em mãos e lhe dá os parabéns pelo feito na corrida.
¡

Antigo postem no outro mais acima :P



0 Comments:

Postar um comentário

<< Home