quarta-feira, dezembro 24, 2008

!
PACIÊNCIA

Quem me conheceu há alguns anos atrás sabe que eu era o rei da paciência. Eram raríssimas as coisas que me tiravam do sério e me fazia perder a boa. De uns tempos pra cá, essa diretiva mudou completamente. Agora, não raríssimas as coisas que não me fazem perder a paciência. E em 98,17% dos casos são coisas que qualquer um irá dizer que estou exagerando, mas pouco me importa o que pensam.

Ônibus lotado me stressa!
Ônibus lotado com cobrador dizendo "por favor, vamos dar um passinho à frente" me stressa.

Dia de chuva me stressa!
Dia de chuva com aquele monte de gente passeando com seu guarda-chuva pelo lado "interno" da calçada me stressa.

Catador de latinha me stressa!
Catador de latinha passando na minha mesa de 5 em 5segundos perguntando se a latinha está vazia me stressa.

Gente falsa me stressa!
Gente falsa contando lorota pro meu lado crente que vou acreditar, me stressa.

Fazer pergunta que não quer a resposta me stressa!
Fazer pergunta no qual a resposta que se quer ouvir não é a que eu vou dar, me stressa.

Resumo da obra: Vou morrer jovem, aos 30 anos, sem ninguém, com um ataque fulminante do coração
¡

Antigo postem no outro mais acima :P



0 Comments:

Postar um comentário

<< Home