domingo, junho 28, 2009

Corrida dos Ratos

Há algumas semanas atrás li um livro muito interessante chamado Pai Rico, Pai Pobre. Nele, o autor conta sua história de educação financeira: seu pai (pai pobre) tinha PhD e um ótimo emprego, mas estava sempre afundado em dívidas. Foi quando o pai de seu melhor amigo começa a lhe ensinar como usar o dinheiro da maneira certa.

"Não trabalhe por dinheiro, faça o dinheiro trabalhar por você."

Ele prova por A+B que, se você ficar preso ao seu emprego, você estará condenado à Rat Race ("Corrida dos Ratos") pelo resto de sua vida, e a solução não é pedir aumento de salário, tampouco trabalhar mais. Mostra que a grande maioria das pessoas é pobre por não saber a diferença entre um ativo e um passivo financeiro - ativo é algo que coloca dinheiro no seu bolso, como ações, títulos, um negócio comercial, direitos autorais etc., e passivos é aquilo que suga seu dinheiro. E a tal da "segurança financeira" é uma verdadeira fria.
Foi um verdadeiro tapa na cara quando li esse livro. Mas já deixo claro: não é uma fórmula mágica para enriquecer, e sim o caminho certo a ser seguido. Por conta disso, acabei me interessando mais por economia e investimentos, coisa que já havia começado a me interessar graças a meu irmão.
Eu poderia escrever um post gigantesco sobre isso, mas prefiro fazer outra coisa: podcast. Já citei o maravilhoso NerdCast em um post anterior, e mais uma vez o indico. Desta vez, foram 2 episódios falando do assunto, e fazendo inúmeras referências ao livro. E tudo explicado e debatido da forma mais divertida possível. Recomendo muito que vocês ouçam esses dois episódios (#82 e #160):


(pelo fato de o episódio anterior a esteter sido sobre o Wolverine, eles acabam comentando sobre o filme na leitura de e-mails. Se você ainda não viu o filme, ao ser anunciada a "ZONA DE SPOILERS", adiante o áudio para 21min40seg. Mas, como o filme é horrível, recomendo ouvir os spoilers, mesmo que você ainda não tenha visto, pois os comentários são muito engraçados).

Só uma última observação: quando eles mencionarem o "Divino", imagine um monstro com um membro que arrasta no chão.
Divirtam-se! (ou não)

Antigo postem no outro mais acima :P



0 Comments:

Postar um comentário

<< Home