terça-feira, julho 13, 2010

BACK TO PEDAL

!
Antes de dizer da volta do Pedal, preciso contar uma história....


O Início

No inicio do ano passado (2009) fiz meus exames anuais de todos os anos. Estava então com 114kg e tomei novamente aquele 'chocolate' do meu médico. Ele disse que eu precisava perder peso e tudo aquilo que eu já sabia mas não dava muito ouvido. Reclamei de algumas dores no joelho e sinicamente ele me disse que a solução do problema eu já sabia. Basta perder peso ou perder o joelho, a escolha era minha.

Os meses se passaram e eu não tomei nenhuma providência, alguém ainda teria alguma dúvida? Sabe como é brasileiro, né? Fica postergando tudo, principalmente quando se diz perder peso. Meados de agosto eu já estava com 116kg e os males associados a isso já eram imensos.

Um belo dia passei mal e fui parar no pronto socorro da Unimed, um médico me (mal)atendeu, me proibiu de comer tudo o que era bom e só deixou as coisas ruins. Nada de refrigerante, cerveja, fritura, ou seja, estava proibido de comer e beber tudo o que era gostoso por pelo menos 30 dias.

Aproveitei todos os males e finalmente tomei coragem para andar de bicicleta. Primeiro pedal meu, inda passando um pouco de mal foi para o Macuco, juntamente com o Caliman e a Marina. Ainda pedi ao Caliman que pegasse leve comigo devido minha situação, mas foi em vão. Fomos para o Córrego do Macuco mesmo. Milhares de Subidas e descidas pelo caminho. Praticamente todas as subidas eu fui empurrando a bike. Simplesmente não estava dando.

Cheguei semi-vivo ao destino, Caliman gargalhando de mim e Marina só com um sorriso no rosto. Eu merecia, sei disso. Estava muito destruído. Menos de uma hora depois resolvemos voltar e o martírio foi o mesmo, todo o morro que outrora eu descia, agora subia empurrando a bicicleta.

Só pra constar, na semana seguinte eu fiz o mesmo trajeto com muito mais facilidade, sem precisar empurrar a bike.


O Meio

Segui nesse ritmo até o final do ano. Pedaladas duas ou três vezes no meio da semana e uma pedalada mais pedreira aos sábados. Nessa brincadeira perdi 16kg. De 116kg fui para 100kg (matemática simples, não sei porque eu precisei fazê-la aqui).

Chegando o fim do ano, festa de aniversário, natal, ano novo, férias, carnaval, acabei relaxando. Não consegui manter a alimentação balanceada e nesse tempo eu mal pedalei. Quando voltei das férias ainda tentei manter e consegui com algum sucesso, mas depois do carnaval a coisa foi degringolando. Minhas pedaladas foram minguando, minguando até eu parar. Vários fatores influenciaram minha parada (mas não vem ao caso citar todos os fatores).

6kg depois, digo, alguns meses depois recuperei 6 dos 16kg que tinha perdido, muitos dirão: "Mas você ainda está no lucro". Engano, com esse 6kg a mais eu voltei a roncar, não me sinto muito bem, o cansaço físico e mental estão acentuados. Já perdi algumas roupas que tinha comprado e por aí vai.


A Volta

Depois de olhar para a balança e para o guarda-roupa e ver que eu já estava engordando novamente resolvi voltar a pedalar, confesso que não é uma tarefa fácil. Quando falo em pedalar estou incluindo no pacote uma alimentação regulada, nada de álcool por algum tempo (a não ser em casos especiais), nada de refrigerante no meio da semana, nada de um monte de coisas. Abster-se dessas coisas é muito complicado. Comer muita salada é muito chato. Mas é o preço que tem que se pagar.

Semana passada eu pedalei duas vezes no meio da semana e neste último sábado encarei o Macuco novamente. É um pouco menos de 30km com subidas e descidas. Gostei muito, achei que estaria muito pior mas foi bem tranqüilo.

Minha meta para o final do ano é estar com 95kg, ou seja, 11kg a menos do que eu estou hoje. Ano passado eu perdi dezesseis, seguramente eu posso perder onze esse ano. Basta me policiar e não desanimar de pedalar. Os fins de semana ainda tem sido um problema, não estou conseguindo controlar a boca direito, mas estou tentando.

Então, oficialmente, estou de volta ao pedal ;)
¡

Marcadores:

Antigo postem no outro mais acima :P



4 Comments:

Anonymous Nelim said...

Eu sei como é isso, mas uma pergunta: Você consegue andar de bike com 110kgs????

Eu lembro que no começo do namoro com a Gi eu pesava por aí e fui pedalar com ela... coloquei 40 libras no pneu e ele ainda fazia "papo" quando eu subia na bike... ou seja, não era nem um pouco agradável peladar nessas condições.

10:56 AM  
Anonymous Marina Thebaldi said...

Bacana você voltar. Você já sabe de cor os benefícios! Além de tudo, nosso humor ainda melhor.
Não ri de vc naquele dia do Macuco, viu?? ahaiohaiohao Você, na verdade, merece parabéns, pois se esforçou bastante, até demais, dentro daquelas possibilidades.
Pretendemos pedalar hoje. Qto mais gente, mais animado.
Heim, estamos pensando um pedal lá pra Pancas. Tudo sinalizado, com ambulância, apoio e tudo mais. Só um domingo de setembro. Topa ir com a gente? O percuso parece ser relativamente tranquilo. Se treinar, acredito que não terá grandes dificuldades. E é bem bonito e divertido.
Pense nisso!!

11:23 AM  
Blogger BonaTTo said...

Nelim: Conseguia sim andar com 110. Na verdade comecei a andar com 116.

Marina: Sim sim, os benefícios são inegáveis. Iremos pedalar hoje sim.

O pedal pra Pancas parece ser bem interessante, mas eu preciso fazer alguns treinos para distancias um pouco maiores. Normalmente não faço mais que 30km por vez. Mas estou interessado no assunto sim.

1:04 PM  
Blogger bonna, generval v. said...

massa Bonatto, o importante é não ficar parado!!

falar nisso amanhã - 4ª - tem slackline na praça a partir das 19h.

1:25 PM  

Postar um comentário

<< Home