domingo, agosto 08, 2010

O USO DO CIBERESPAÇO


Internet é lugar de autoria ou plágio?


Internet é lugar de autoria e de plágio, dependendo do uso que se faz dela.


É curioso, pois em minha adolescência, se quisesse saber uma opinião a respeito de um produto teria que confiar nos vendedores ou alguém conhecido que usou o tal produto, enfim, havia certas dificuldades. Hoje, se quisermos saber a respeito de um produto, temos fóruns, textos, críticas, comentários espalhados por vários ambientes virtuais na internet. Como diz um amigo nosso, Henrique, hoje é muito difícil da pessoa que tem domínio de internet ser enganada: com cinco minutos de pesquisa você descobre muita coisa.


O fato é que o compartilhamento de informações, opiniões e criações aproximou as pessoas, quebrando barreiras antes existentes. Mudou conceitos e vivemos num mundo em adaptação.


Sei por experiência própria que a internet se tornou um excelente espaço para criar e compartilhar. Mas não só isso, tornou-se um lugar de fake, de plágio e até falsidade ideológica, em diversos setores. Costumo dizer que a internet é o mundo da fantasia, você é o que quer ser.


Num artigo recente, escrito na revista Super Interessante, publicado em 05 de agosto deste ano intitulado Os jovens não sabem mais o que é plágio?'o autor, Rafael Kenski afirma que o impacto da internet na educação vai até o ponto de mudar o conceito de colar na prova. Segundo uma matéria do New York Times, estudantes têm apresentado dificuldade para entender que copiar material de sites é plágio e deve ser punido.


Uma pesquisa da Universidade de Rutgers mostrou que 40% dos alunos admitiram já ter plagiado em trabalhos escolares. Os jovens estariam cada vez menos propensos a aceitarem que simplesmente assumir para si o trabalho de outro é algo condenável, e isso por vários motivos: a facilidade de reproduzir qualquer conteúdo digital, a diluição da idéia de direitos autorais pela troca ilegal de arquivos de música e vídeo, o crescimento da cultura de mashups e remixes, a proliferação de ficções escritas por fãs a partir de obras famosas e muitos outros motivos. A noção de que as obras precisam ter um ou poucos autores reconhecidos estaria em desuso.


Em outras palavras, diante das facilidades que o mundo virtual está disponibilizando, estariam mesmo os jovens perdendo a noção de direitos autorais numa atmosfera onde “tudo é permitido” ou as instituições estão falhando por não usarem satisfatoriamente as ferramentas que a internet oferece aos jovens? Acredito que as duas coisas estão acontecendo ao mesmo tempo. Como escreveu Pedro Demo, o século XXI exige novas habilidades das pessoas e sociedades, em especial novas alfabetizações tal como manejar devida fluência tecnológica.


Nesse sentido, novos acordos devem ser feitos com o objetivo de equilibrar as relações entre professores e alunos. Novas regras devem ser criadas e observadas. Até que isso aconteça muito provavelmente os problemas continuarão acontecendo.


Antigo postem no outro mais acima :P



3 Comments:

Blogger bonna, generval v. said...

assunto amplo e complicado... mas vou seguir o seu exemplo no que diz checar um fórum ou críticas para saber da qualidade de um produto antes de adquirir. eu já perdi tempo fazendo isto e continuei sem saber se deveria adquirir, porque o nível de instrução de quem comentou, assim como o baixo aproveitamente e fácil contentamento não respondeu dúvida alguma. uma pequena minoria parecia ter as mesmas dúvidas que eu, mas ninguém dava a informação necessária. daí já puxo para a matéria de capa da atual Galileu que pergunta se "a Internet está deixando você mais burro?". eu respondo pela grande maioria dos usuários: "sim". o mau uso é o que predomina.

1:34 PM  
Blogger BonaTTo said...

Realmente é um assunto complicado, mas o final do comentário do Bonna (Bonna e BonaTTo são pessoas COMPLETAMENTE diferentes, ok?) resume muito bem o que eu penso: "Mau uso é o que predomina".

Hoje a informação, boa ou não, está em todo lugar. Basta procurar. O grande problema é que raramente as pessoas estão atrás de boas coisas. As futilidades falam mais alto.


E Sim, internet se transformou num lugar de Fake...

2:01 PM  
Blogger Marina Thebaldi said...

Bonatto e Bonna, sem dúvida assunto complicado, pois ocorre de tudo no ciberespaço. Tem muita gente usando a internet somente para entrar em sites de relacionamento, msn e ler/postar futilidades. Fato.

Mas tudo é uma questão de bom senso. Não podemos generalizar. Também tenho visto muita coisa legal. A internet pode ser um excelente espaço de criação e compartilhamento.

Claro que precisamos avaliar se podemos confiar ou não em determinadas informações, mas em geral, a internet facilitou muito nossa vida.

Gente falando besteira, vamos encontrar em todos os lugares, em todos os ambientes ... cabe a nós avaliar e fazer um bom uso dentre das possibilidades.

2:25 PM  

Postar um comentário

<< Home