quarta-feira, setembro 08, 2010

O SÍMBOLO PERDIDO

!
"É Péssimo", "É Horrível", "É muito Ruim".



Quase todo mundo que conheco que tenha lido esse livro, ou dos comentários que li na internet convergiam para a mesma afirmação.

Antes de continuar, se você ainda não leu o livro, talvez seja interessante não ler esse post (pretenção minha achar que muitas pessoas leem isso aqui :P) pois é possivel que eu acabe escrevendo mais do que deveria.

Bom, primeiramente, quem lê Dan Brown sabe exatamente como é a escrita dele, um mistério que começa beeem no início do livro, fecha a história faltando umas 50 páginas e logo em seguida faz alguma coisa que muda parte da história. Foi assim em Anjos & Demônio, Código DaVinci, Fortaleza Digital e Ponto de Impacto. Logicamente não seria diferente em O Símbolo Perdido. Então, ler Dan Brown e esperar algo diferente disso e depois reclamar que é igual aos outros não vai adiantar muito. É chover no molhado, como dizem.

A grande sacada de sua escrita é que os acontecimentos não ficam presos ao personagem principal, e que seus capitulos curtos, intercalando os fatos e personagem, faz com que a leitura seja mais interessante e voce acaba sempre esperando pelo próximo capitulo para saber o que acontece com o personagem. Isso deixa a leitura mais dinâmica e atraente.

Outro fator interessante na escrita do Dan Brown é a capacidade descritiva que ele tem. Quando lê, consegue visualizar exatamente as obras, os monumentos, construções e seja lá oque ele quiser descrever.

Mais uma coisa legal do modo dele escrever é como ele desvendas os mistérios, e suas descobertas os levam a outra parte da história, e a cada descoberta mais perguntas e respostas são dadas. Isso realmente faz com que prendemos atenção no livro e não vemos a hora parar enquanto lemos.


Acabei de ler O Símbolo Perdido.


Não acho que seja péssimo. Não chega perto de Anjos & Demônios (que na minha opniao é o melhor livro dele), não chega perto de Código DaVinci e nem dos outros dois. Mas também não dá pra esperar que ele escreva um livro melhor que os dois primeiros, talvez sejam suas obras primas.

Como disse, não acho que seja péssimo, mas acho que ele perdeu um pouco a mão. Ele começa da mesma forma, com um misterioso acontecimento nas primeiras páginas e Robert Langdon está no meio para ajudar a desvendar. Até aí tudo bem. O problema é que o livro começa a se desenrolar e você começa a perceber a escaces de detalhes. Não consegue descrever os locais por onde eles passam com a mesma maestria que fazia nos seus livros anteriores.

Outra coisa percebida é que Robert Langdon não fez nada o livro inteiro, é simplesmente um coadjuvante principal (existe esse termo?) em todo o desenrolar da história (ainda existe estória?). Está sempre no foco da questão, mas se fosse retirado da história não faria falta alguma. Praticamente não desvenda nada, não ajuda em nada, não faz nada.

Esqueci de falar mais acima, mas o livro é baseado na Maçonaria. Tema que daria para explorar muita coisa, principalmente por se tratar de um assunto muito comum em nossa vida, afinal de contas quem não conhece um membro da franco-maçonaria (com ou sem hífem?)? Todo mundo já ouviu alguma história sobre eles, das mais cabeludas e sem pé-nem-cabeça à outras mais séries e aparentemente bem fundadas. Com essa imensidão de material a disposição o autor não consegue explorar bem. As páginas vão se passando e nada vai acontecendo. Voce so se da conta disso quando está na metade do livro.

O desfecho do livro tambem nao me agradou muito. Pretendo nao contar o final do livro para nao estragar quem ainda, mesmo depois de ter lido o post, nao leu.

Só mais uma coisa: Se alguém leu o livro ou vai ler, depois me diga se é ou não um pedido de desculpas à Igreja Católica.
¡

Marcadores:

Antigo postem no outro mais acima :P



5 Comments:

Anonymous Alvim said...

"Brown" é um sobrenome invejável.

2:23 PM  
Blogger bonna, generval v. said...

ia comentar algo mas o comentário do Alvim me fez esquecer completamente.

aproveitando... foi o Dan, o Carlinhos ou o Mano Brown que fez aquela música maneira da namorada que tem namorada?

3:07 PM  
Anonymous Nelim said...

Bem,

Eu comprei numa daquelas mega-promoções do submarino a série completa "Deixados para Trás" e mais a trilogia do Sr. dos Anéis (incluindo o hobbit e Silmarilion), Crônicas de Nárnia, dentre outros. Ao todo comprei uns 17 livros e paguei menos de 150 reais divididos em umas 6 vezes acho...

Mas vamos nos ater a série "Deixados para Trás". Ela é composta de 13 volumes, cada um de aproximadamente 400 páginas. Conta uma história meio fanática do arrebatamento de fiéis por Deus, com o Anticristo aparecendo no mundo, lá pras tantas tem o retorno de Cristo, blá-blá-blá...

Li o primeiro livro rapidim, logo que fiz a compra da série... daí teve um hiato... fiquei até mais ou menos junho desse ano sem ler nada... daí peguei novamente o segundo livro pra continuar a leitura... já terminei e estou na metade do terceiro...

Particularmente estou gostando da serie. É uma ficção que me prende a leitura e, na minha opnião, com muitos detalhes.

=)

11:27 PM  
Anonymous Nelim said...

i e gostei muito do Código Davinci (o primeiro que eu li dele)... em seguida fui para o Anjos e Demônios, que achei melhor ainda... depois começou a cair a qualidade... Fortaleza Digital nem me lembro se cheguei ao final (devo ter ido até o fim, a muito custo, pois achei muito cansativa a história)... e por fim cheguei a comprar o Ponto de Impacto, este sim não tive coragem de passar da página 50...

Sinceramente não sinto a menor vontade de voltar a ler algum livro do Dan Brawn, simplesmente porque é tudo a mesma ladaínha, como o minduin comentou... o cara não muda seu modo de escrever para livro algum e podemos apostar em qual página do livro estão os pontos-chave da história.

Vou criar outro comentário pra dizer um pouquinho da série que comecei a ler a coisa de um ano atrás e que vou demorar um bucadim de tempo pra chegar até o final... =D

11:29 PM  
Blogger BonaTTo said...

Nelim, sabe que eu fico feliz quando leio esse comentário seu, afinal de contas você acordou para leitura num fim de semana que eu e Caliman estivemos na sua casa.

Os dois primeiros livros do dan brown sao muito bons mesmo, os outros dois ja deram uma caida mesmo.

Vou procurar saber sobre esse "deixado pra tras" que voce menciona. Quem sabe nao eh mais um punhado de livro que entra na colecao? :P

valeu a dica

8:48 AM  

Postar um comentário

<< Home